A lenda das sereias

Hey there!
Tudo bem com vocês? :)
A matéria de hoje é parte relacionada ao Japão e parte ao mundo. Tive a idéia de pesquisar mais sobre ela vendo o filme "Sairen" (ou, em inglês, Forbidden Siren), e espero que gostem.
So, vamos lá.

~ Merfolks, mermans, mermaids.

A lenda que conta sobre uma curiosa criatura mitológica que tem metade do corpo humana e metade peixe é conhecida pelo mundo todo. No Brasil, chamamos essas criaturas de sereias, e na maior parte das histórias a metade humana dela é mulher e jovem.
Lá fora, entretanto, as sereias têm várias definições e aparências. Alguns escritores e poetas antigos as descrevem sendo parte humanas e parte pássaros, mas estas são um capítulo à parte dessa lenda.
Na Europa, as criaturas são chamas de "merfolks". Sereias jovens são "mermaids" e os tritões "mermans". Na maior parte das histórias sobre sereias é raro o caso onde apareça uma destas criaturas em idades mais avançadas.





~ A Lenda.

Conta-se que sereias são criaturas que vivem em alto mar e que suas metades humanas são de uma beleza estonteante. Elas usam sua bela voz para cantar e encantar marinheiros que navegam por onde elas vivem, hipnotizando-os de tal forma que percam o controle de seus barcos e colidam com rochedos, afundando.
Há lendas um pouco mais "fantasiosas" onde sereias resgatam homens que estão se afogando no mar e posteriormente acabam apaixonando-se por eles, mas a verdade é que estas criaturas são vistas como um má presságio, pois são raras as histórias onde são felizes e/ou fazem alguém feliz.
Nas versões mais recentes da história, sereias com capacidade de se transformarem são cada vez mais comuns, de forma que ao saírem da água podem se tornar humanas perfeitas.



~ Variações.

- Merrow: Lenda contada na Irlanda. Diz-se que as sereias lá são belíssimas, mas os tritões são extremamente feios. Geralmente suas aparições trazem em sequência uma furiosa tempestade, e por isso os Merrows são temidos pelos marinheiros. Os mais velhos contam que crianças geradas de relacionamentos entre Merrows e humanos têm nadadeiras entre os dedos e escamas nos pés.

- Seiren: Filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore, tal como as harpias, habitavam os rochedos entre a ilha de Capri e a costa da Itália. Eram tão lindas e cantavam com tanta doçura que atraíam os tripulantes dos navios que passavam por ali para os navios colidirem com os rochedos e afundarem. Odisseu, personagem da Odisséia de Homero, conseguiu salvar-se porque colocou cera nos ouvidos de seus marinheiros e amarrou-se ao mastro de seu navio, para poder ouvi-las sem poder aproximar-se. Diz-se que, decepcionadas por terem falhado com ele, elas se jogaram no mar e nunca mais tornaram a aparecer por aquela região.
Na Grécia Antiga, porém, os seres que atacaram Odisseu eram na verdade, retratados como sendo sereias, mulheres que ofenderam a deusa Afrodite e foram viver numa ilha isolada. Se assemelham às harpias, mas possuem penas negras, uma linda voz e uma beleza única.

~ Happyakubikuni / Yaobikuni

Assim como no resto do mundo as sereias também fazem parte do folclore japonês.
A lenda do Happyakubikuni tem - como todas as outras por lá contadas - detalhes que variam conforme a região, mas basicamente é assim:

"No ano de 654, nasceu a filha de Takahashi, um homem poderoso e de grandes posses. A garota era perfeita e muito amada por sua família, e ao completar 16 anos, foi convidada junto à sua família para jantar na casa de um misterioso homem que aparecera como que do nada na vila, misturando-se aos outros habitantes.
Takahashi, sua família e mais alguns vizinhos foram até a casa do homem e lá se depararam com uma moradia extremamente luxuosa. Ainda que abismados com o tamanho do lugar, o homem os guiou por toda sua casa, mostrando-a de bom grado a eles. Mas, ao chegarem à cozinha, viram sobre a tábua de carne algo intrigante. Dois cozinheiros, parados próximos à tábua, cochichavam entre si, espantados com o que teriam de preparar.

'O que é isso..?'
'É isso que teremos de cozinhar?'

Takahashi pôde ouvir o receio no tom dos homens, e sabia que não era para menos. Sobre a tábua repousava uma criatura pequena; dos ombros para baixo era como um peixe, mas possuía dois braços esbranquiçados e uma cabeça infantil de cabelos ressecados. Na mão de um dos cozinheiros havia uma faca, mas ele não parecia muito à vontade em usá-la...

Algum tempo depois a refeição foi servida, mas nenhum dos convidados parecia conseguir tocar a comida, enojados. Takahashi, disposto a ir embora o quanto antes, resolveu despedir-se rapidamente, mas o homem entregou-lhe um embrulho com a carne da criatura embalada, como presente.
Ao voltar para sua casa, a filha de Takahashi parecia extremamente interessada no presente que seu pai recebera, e num descuido do mesmo, acabou comendo um pedaço, mas a surpresa fora imediata: a carne tinha um sabor inigualável, e tomada por seu gosto maravilhoso, a garota acabou comendo tudo que haviam recebido como cortesia.
Desse dia em diante a garota nunca mais envelheceu.

Muitos anos depois da morte de seus pais e familiares, a garota decidiu raspar todo seu cabelo e adotar o nome de Happyakubikuni. Ela peregrinou pelo país, pregando as doutrinas do budismo e levando palavras de fé para as pessoas. Diz-se que após "completar sua missão" ela se refugiou em uma gruta e de lá nunca mais saiu.

_______________


Lendas como essa onde a carne de sereia é consumida como uma espécie de "anti-envelhecedor" existem aos montes no Japão, mas essa é a mais famosa de todas. Em todas é dito que através de seu consumo a vida eterna é adquirida, mas há as mais 'macabras' onde quem ingere a carne da criatura se torna amaldiçoado, etc...

E você aí achando que Sereia é coisa da Disney, né?
Bom final de semana a todos =D


_____________________________________


PS do MEDO B: Um exemplo de filme que mostra uma sereia sem nenhuma beleza e que só traz desgraça a vida de uma pessoa, está em um dos videos da "série" Guinea Pig



Desagradável e desaconselhável como todos os outros... srsrsrs se vc ficou curioso...

Bons Pesadelos...